fbpx

As Novas Placas do Mercosul

Conheça o novo modelo de emplacamento de veículos e saiba quando seu carro, moto ou carretinha precisará de nova placa.

Você já deve ter visto, circulando pelas ruas, o novo padrão de emplacamento para veículos sendo utilizado por carros, motos ou até reboques e carretinhas. Após anos de entraves e prorrogações judiciais, o modelo de placas oficial do Mercosul começou a ser adotado no Brasil.

A confusão inicial acerca do novo modelo ocorreu porque, a princípio, o padrão incluiria um brasão indicando o estado e município do veículo. No entanto, seria necessário realizar um novo emplacamento integral sempre que a mudança de cidades ocorresse, portanto, a distinção por cidades e estados foi anulada. Atualmente, o modelo do Mercosul conta apenas com a identificação do país, através de sigla e bandeira, confira:

 

(Imagem: Divulgação/DETRAN)

Contudo, as informações sobre município ou estado, entre outras como modelo, fornecedor, ano de fabricação, etc ainda estarão presentes no novo padrão através do QR Code. O código exclusivo para cada veículo permitirá consultar dados sobre o automóvel, trazendo mais segurança para o motorista. Segundo o DETRAN-RJ, o uso do QR Code facilita a identificação de veículos clonados, por exemplo.

O padrão Mercosul, já utilizado na Argentina e Uruguai, mantém as dimensões (40 cm de largura e 13 cm de altura) do modelo brasileiro anterior, portanto, não será necessário adaptar os espaços do veículo. As alterações ficaram no código alfanumérico das placas, que agora é composto por quatro letras e três números (LLL NLNN). Estima-se que este novo conjunto de sequências permitirá novas 275 milhões de combinações.

 

(Imagem: Divulgação/DETRAN)

 

Preciso alterar o emplacamento do meu veículo?

O novo modelo do Mercosul já é o padrão de emplacamento em seis estados: Rio de Janeiro, Amazonas, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Paraná e Rio Grande do Sul. Nestes estados, aqueles que desejam podem realizar a troca voluntariamente, no entanto, não há necessidade. Contudo, nas seguintes circunstâncias será realizado o emplacamento de acordo com o novo modelo vigente:

  1. Compra de veículo;
  2. Transferência de Proprietário;
  3. Transferência de Município;
  4. Alteração na Categoria do veículo;

Em outras regiões do país é esperado que o novo padrão entre em vigor até 30 de Junho de 2019.

 

Reboques e Carretinhas também necessitam de emplacamento

O reboque ou carretinha é considerado pelo DETRAN como um veículo, portanto, segue as leis de trânsito estabelecidas para tal e necessita de emplacamento. Confira algumas dicas para facilitar o processo de regularização e emplacamento de um reboque veicular.

De acordo com a região do país, o emplacamento de reboques ou carretinhas já ocorre com o novo modelo de Placas do Mercosul.


Acesse nosso portfólio completo de produtos: Clique aqui!

Entre em contato pelo Whatsapp para tirar dúvidas e solicitar orçamentos.

Siga a FAMIT nas Redes Sociais:
Facebook
Instagram
Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Olá! 👋
Em que podemos te ajudar?